HOT - Hostile Operations Team

AIRSOFT TEAM

News:

Como pintar arma da lei vigente

(Read 6601 times)

STUNTMAN

  • Administrator
  • HOT - Guest
  • *****
  • Posts: 5663
    • MSN Messenger - nuno.tavares@rtp.pt
Como pintar de forma correcta uma arma de airsoft para que fique de acordo com a lei vigente.
Se a PSP DAEX (Direcção de Armas e Explosivos) não nos ajudou até hoje a determinar como e onde fazer, não sou eu que o vou fazer. Apenas li a lei vigente e pintei como EU acho que deve de ser para ficar minimamente legal e de forma a não ter alegados problemas com as autoridades-

Não venho aqui dizer como e onde pintar. Não venho aqui condenar ou obrigar quem não quer pintar.

Venho sim, explicar como EU fiz. Caso queiram ter resultados satisfatórios sigam passo a passo este Como Fazer.

Começo por referir que, embora as latas de tinta de cor fluorescente, o digam no rotulo, quando aplicadas directamente no preto da maioria das nossas armas, a cor não fica amarelo ou vermelho fluorescente.
Fica sim verde, amarelo escuro ou vermelho escuro.

Se as autoridades policiais, vos interpelarem e acharem que essas cores não são o estipulado na lei vigente, poderão ter problemas.

Como tal, eu aplico SEMPRE um primário de cor branca.



Há quem aplique cinzento e castanho claro. EU acho que o ideal mesmo é o branco.

Eis o material que uso:

Bancada (devidamente protegida contra tinta).
Latas de tinta.
Fita de papel.
Lixa fina.
Pano de limpeza.
Luva (opcional - para evitar sujar as mão de tinta).



Como segurança, observem sempre o que o rotulo diz. Façam-no sempre.

Evitem zonas sem ventilação, afastem as tintas de fontes de calor, não deixem crianças chegar perto e claro, não pulverizem na pele, olhos e mucosas. Caso o façam lavem e consultem um médico caso não haja melhoras.
No final, caso a lata fique vazia, deite-as num contentor apropriado.




No caso das tintas KRYLON, no que se refere à aplicação:

-Agitar bem a lata (2 minutos é o que faço sempre)
-Pulverizar a uma distancia não inferior a 25 cm.
-Após aplicação e antes de guardar lata, inverte-la e pulverizar um segundo. (evita que a tinta seque no aplicador).




Antes da aplicação, uma dica... A PRESSA É INIMIGA DA PERFEIÇÃO!!!

Para ter o resultado que vão ver, demorei cerca de 3 horas, respeitando o tempo de secagem de cada aplicação.

Começamos por usar a lixa fina (a 220 é a ideal) para remover imperfeições.



Usei um pano ligeiramente humedecido para remover sujidade e gordura.
Depois da limpeza, usei fita de papel para isolar o que não queria pintar.





De seguida usei papel de jornal para proteger todo o corpo da arma a fim de evitar pintura onde não é necessária.



Apliquei o branco primário 3 vezes.



Em cada aplicação, esperei 15 minutos para uma melhor pintura.





Esperei no final da aplicação do primário branco, 60 minutos até ao passo seguinte.



Findo o processo de secagem, apliquei a tinta amarela fluorescente.

Fiz isso por duas vezes e uma vez mais respeitem rigidamente o tempo de secagem. entre aplicações esperei 30 minutos.

O resultado final:



As imperfeições podem ser removidas com algum produto de remoção de tinta, mas tenham atenção se corroem o material da arma.


O mesmo processo aplica-se a pinturas integrais de  armas com outras cores, mas deixo isso para os experts na matéria.

Volto a frisar que o exemplo que dei não sei se é o correcto, mas é aquilo que EU entendi depois da leitura da lei vigente. 10 cm no cano e coronha na totalidade. Optei por deixar um espaço na coronha, mas caso as DAEX venha no futuro a colaborar com o Airsoft informando correctamente como pintar, pintarei mais ou removerei tinta caso seja necessário.

O que aqui tentei foi explicar como se pode fazer de forma correcta aplicação da pintura, para quem desejar cumprir a lei vigente.


STUNTMAN
Eramos 9, mas parecíamos 300!!!